setembro 05, 2005

Katrina!...

Presto minha homenagem a todos aqueles que foram vitimas da negligência dos homens.
Escrevo o que me vai na alma e só o que me vai na alma.

Katrina,
Quiseste apresentar-te
Fizeste anunciar-te
Mas os homens
Não te levaram a sério.

Preveniste,
A que horas chegavas
Da destruição que levavas
Mas os homens
Não te levaram a sério.

Passaste,
Sem barreiras a estorvar-te
As portas abertas encontraste
Porque os homens
Não te levaram a sério.

Deixaste,
No caminho por ti traçado
Vidas que foram ceifadas
Porque os homens
Não te levaram a sério.

Agora,
Os mortos são contados
E as lágrimas não têm fim.
A destruição é mostrada
Da negligência revelada
De uma nação que julgava
Que a natureza não era assim.

Katrina,
Uma super potência humilhaste
Em papel a transformaste
Agora,
Será que os homens
Te levam a sério?

De: Agostinho Silva

5 comentários:

Anónimo disse...

Os homens esqueçaram-se ou fizeram-se esquecidos da força que um furacão tem a duzentos e muitos à hora.Ficaram os desgraçados que não foram evacuados porque as autoridades quiseram que ficassem.Sabiam muito bem o que ia acontecer....De quem é a culpa? Bonito poema de acusação.Gostei.Presto a minha homenagem tb aqueles que sucumbiram nas entranhas do furação. José Augusto.

Anónimo disse...

Sinto o mesmo.zeze

Arte por um Canudo 2 disse...

Existe uma frase que ilustra esse sentimento em New Orleans" Os ricos dos pobres pretos foram evacuados, os pobres dos pobres pretos foram deixados à sua sorte".

O Micróbio disse...

Há certamente que tirar ilações sobre o que é que correu mal no Plano de Emergência... mas daí até vir com julgamentos do tipo "racista" vai um passo gigantesco e talvez injusto!

Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site... Bookstore bentley Digital print on material Employed health insurance self oh Discount tyr swimsuits Xa0mlm business opportunity xa0 Katadyn water filters from b west hills honda in bremerton washington