fevereiro 16, 2005

Este homem é o principal responsável pelos 7,1 por cento de desemprego


Portugal registou no quarto trimestre de 2004 uma taxa de 7,1 por cento de desemprego. Se quisermos ser sérios foi a altura em que o nosso PR dissolveu a Assembleia, conseguindo com isso duas facadas ao país e ao povo. Primeira, terminou com um Governo de maioria absoluta, o que criou instabilidade e segundo, conseguiu afastar os investidores que estavam a voltar. CONTRA FACTOS não pode haver argumentos. Não o venham agora defender apenas por serem meramente da cor politica do PR porque as evidências falam mais alto.Isto é a verdade, esta percentagem aconteceu nesta altura. Sejam sérios com a vossa consciência por favor...

9 comentários:

Anónimo disse...

quando não se sabe dançar diz-se que é o chão que esta torto. tenha juizo autor do post.
mario porto

Ermelinda Toscano disse...

Como o post não está assinado, ele poderia ter sido subscrito por qualquer um dos seis "pensadores de serviço». Por isso, deixo aqui o meu comentário para me demarcar destas afirmações... perdoai-lhes que não sabem o que dizem, economicamente falando claro!

Anónimo disse...

Já ha muito que deixei de ser pensador de serviço Ermelinda. Nem vagar tenho tido para post's. Quando escrevo assino e assumo. Demarco-me completamente de mais esta ferroada no Presidente da Republica.Como diz o post anterior...quando o chão está torto...
JC

DP disse...

Também assino os posts que ponho.As mentiras que se dizem...Sampaio deve estar com as orelhas a arder.Já se nota um certo desespero.Ag

Montellano disse...

Oh LS, isso é o que se chama um ódio de estimação, ah?

O Micróbio disse...

Sei bem que estão a pensar que fui que assinei... desta vez, prometo que nada tenho a ver com estas palavras! Apesar de que não me importaria de as assinar por baixo. :-)) Mas já agora, o anónimo que se assuma!

yulunga disse...

Carlitos cá para mim foi o politicamente correcto. Eu até tenho brincado com ele no blog dele, mas ele: "moita carrasco". Já viu que eu vou votar PNR e não quer cá misturas, não vá a vontade fugir-lhe p´ra verdade

Luis Silva disse...

FUI EU QUE ESCREVI. peço desculpa por me ter esquecido de assinar. Coloquei o post ontem à noite já debaixo de um grande sono.
Luis Silva

yulunga disse...

Luis, bem me parecia! E eu bem que me meto contigo no teu blog, mas o teu sentido de humor já foi chão que deu uvas, não foi? Tal como a tua inicial simpatia. Respira fundo rapaz. No meio de tanto assunto sério um pouco de brincadeira não faz mal a ninguém. Um pouco de frontalidade também não.