fevereiro 09, 2005

Politica Carnavalesca!

E o Carnaval continua!
O presidente do governo regional e líder do PSD - Madeira, Alberto João Jardim, referindo-se a Cavaco Silva, ex – primeiro-ministro de Portugal, na forma como o tratou por “ Sr. Silva”, é de uma má-educação que nem no Carnaval é digna de um dirigente politico. Alberto João Jardim, depois de ter dito que não participava nos cortejos de Carnaval, continua a revelar a sua faceta carnavalesca naquilo que diz e dá a entender que para ele os dirigentes dos partidos do continente não passam de “palhaços” num país carnavalesco.
Quando alguém exprime ideias contrárias às suas, vem logo a terreiro com sua língua afiada e cito” O professor Cavaco Silva e o professor Freitas são duas faces da mesma moeda e essa moeda pertence ao Portugal velho, pertence à brigada do reumático desta III República e o que temem, no fundo, uma mudança”, ou pedir a expulsão a propósito de um possivel comentário de Cavaco Silva “penso que é causa de expulsão do partido”.
O que acontece é que Alberto João Jardim, está habituado “no seu pequeno país” feito à sua imagem, a tratar as pessoas sem dignidade nenhuma e estas não se queixarem por “medo” de possíveis retaliações. O que não entendo são os nossos políticos e a sociedade civil, deixarem-no dizer todas aquelas atoardas que em nada dignificam Portugal, como se de um quintal seu se tratasse e ainda por cima, alguns batem-lhe palmas, como incentivo para o menino continuar a portar-se mal.
Já é tempo de dizer basta! Já é tempo dos nossos políticos, em nome da dignificação politica fazerem o saneamento de quem não serve para a política e acabarem com as ervas daninhas.
Para Carnaval basta um dia!
Ag

14 comentários:

Anónimo disse...

Ainda há quem o considere para Presidente da República.Só se estivessemos todos ceguinhos.anónimo.

O Micróbio disse...

Mais um para a brigada da senilidade... é claro que não estou a falar do Alberto João Jardim!

Anónimo disse...

Realmente é cada jardinadela que só visto. Não percebo o estatuto de inimputabilidade desse senhor. Será que toda a gente tem medo dele?

Anónimo disse...

Micróbio, só há duas personagens e se não é Alberto João Jardim só pode ser o "Cavaco Silva".Ou será que haverá um truque sob as tuas palavras.Ag.

O Micróbio disse...

Sem truques, Agostinho... a juntar ao Soares e ao Freitas...

DP disse...

Entendi Micróbio!..Também achas que Alberto João Jardim daria um bom presidente da Repúbloca?

DP disse...

Corrijo "República" e faltou assinar.
Ag

Anónimo disse...

Como as pessoas mudam.Cavaco Silva já foi o ideal para a maioria das pessoas que dizem agora que ele está senil.Vamos ver se essas mesmas pessoas ainda vão comer sapos vivos.Afonso do Condado

Anónimo disse...

Já leram o programa do PSD? Vejam as novas regras que eles propõem para a
APOSENTAÇÃO

Novas Regras - Limite de idade (70 anos)
Adequação dos Organismos ao limite de idade para aposentação:
Tendo em vista a nova idade mínima para aposentação, sugerimos que sejam tomadas algumas providências para sobrevivência de toda e qualquer empresa:

1. Transformação das escadas existentes em rampas com corrimão não escorregadio;

2. Colocação de suporte para apoio nas casas de banho após a ampliação para possíveis cadeiras de rodas;

3. Substituição de todo o sistema de telefones, por aparelhos mais modernos que possibilitem que a perda de audição provocada pela idade avançada, seja compensada com o aumento de volume amplificado;

4. Aumento de tamanho de todas as fontes de impressão dos documentos emitidos a partir desta data, possibilitando a leitura em futuro próximo;

5. Compra de lentes de aumento para distribuição aos funcionários;

6. Aumento de tamanho dos monitores de computador para 27 polegadas;

7. Implementação dos seguintes tipos de falta não descontada:

Ø Esquecimento do local de trabalho;
Ø Esquecimento de como se faz o trabalho;
Ø Falta de ar;
Ø Incontinência urinária;
Ø Dor nas costas;
Ø Comparência em funeral de colegas que estavam prestes a
aposentar-se.

8. Implementação de porta bengalas em todas as mesas de trabalho;

9. Despertador individual para casos de sono diurno;

10. Aumento das letras de todos os computadores;

11. Instalação de uma UTI Geriátrica de última geração;

12. Aumento do "time-out" para o encerramento das portas dos elevadores, tendo em vista a agilidade de locomoção dos funcionários ainda existentes;

13. Aquisição de armários para fraldas e remédios para uso dos funcionários;

14. Proibição de qualquer actividade ou vestuário dos funcionários mais
novos que possa provocar ataque cardíaco ou desregulamento do marca-passo do colega, próximo da idade mínima em questão;

15. Criação de exercícios físicos voltados para a terceira e quarta idade;

16. Revisão da avaliação de desempenho do funcionário, incluindo o item
"Lembrança da Senha", sendo que o funcionário, prestes a aposentar-se nos termos da lei, que ainda se lembre da sua senha, tenha a nota máxima neste item;

17. Alteração nas instruções de pedido de aposentação;

18 Incluir Atestado de Óbito.

DP disse...

Este anónimo continua a fazer-me rir.Ag.

Anónimo disse...

Este anónimo fui eu, que me esqueci outra vez de assinar.
Manuel

Anónimo disse...

OK Manuel, está esclarecido.Ag

Anónimo disse...

Alberto João Jardim, para presidente da República Portuguesa.Precisa-se de assinaturas, se quiseres aderir deixa o teu e-mail para seres contactado.

DP disse...

Puxa!Aqui vai o meu brrrrr arre.Ag