janeiro 05, 2005

Espaço reservado a José Sócrates

1 -
2 -
3 -
4 -
5 -
6 -
7 -
8 -
9 -
10 -

* Este espaço reservo-o a José Sócrates para de uma vez por todas, antes que seja tarde, nos explicar a nós e ao país quais os seus 10 grandes desafios se for eleito primeiro ministro, é que até agora nada disse.
LS

28 comentários:

Anónimo disse...

Luis, estás a arranjar forma do Sócrates vir aqui deixar seus pensamentos? Ainda vamos ter uma surpresa.Ag

DP disse...

Agostinho, seria concerteza bem recebido e quiçá o ajudássemos com algumas ideias.
LS

O Micróbio disse...

Estou tão interessado em saber que o Sócrates nos explique isso e outras coisas, como em qualquer um dos outros... o que eu não consigo perceber é essa fixação no Sócrates que já demonstrou no seu passado recente que é incapaz de manter uma certa coerência nas suas posições. Exceptuando uma das suas ideias e aí ele não recua... a co-incineração. Aliás, Luís, esta (a co-incineração) já a podes colocar num dos espaços em branco... e até a podes colocar em 1º lugar... aposto com quem quiser!

Anónimo disse...

Os actuais Líders Políticos parecem sofrer todos do mesmo mal: DESERTO DE IDEIAS! Admiro a vossa expectativa.Ainda acreditam que o Sócrates venha salvar a classe.Nem o Filósofo, quanto mais o Engenheiro! Tenham esperança, não no Santana,Portas,Sócrates...mas sim numa nova classe de DIRIGENTES que há-de chegar.E não veem do nevoeiro nem demorarão assim tanto tempo:é que ao Sócrates vai acontecer o que aaconteceu ao Santana.E mais depressa que o que se possa pensar...para mal de nós mesmos,estou seguro,infelizmente para o País de todos nós! Este é seguramente um comentário pessimista;gostaria, sinceramente, que não se concretizasse, mas atentando num passado recente, sobretudo no afastamento (?) daqueles cujo perfil de liderança e competência (pertencentes aos dois partidos políticos que têm alternado no poder) sucitam maior unanimidade, o cenário não nos parece alimentar grandes ilusões.Preparem-se meus Senhores, a cama foi desfeita para o Santana e está a ser preparada para o Sócrates...!

M.C. disse...

Eu "estou" com o Micróbio! Agora há que arranjar espaço para os outros candidatos...Democracia ... (e não! Não estou a defender o Socrates!)

Anónimo disse...

Também não devemos ser assim tão pessimistas!Não concordo com o Micróbio quando diz que o Sócrates não mantém uma certa coerência nas posições que toma.Parece-me mais o contrário, vai até ao extremo para conseguir manter as suas ideias.O caso da co-incineração é exemplo disso.Foi um exemplo que custou votos ao seu antigo governo e ainda o mantém.
Agostinho

BlueShell disse...

Não conhecia...mas gostei e acho que vou voltar, Jinhos, BSHell

O Micróbio disse...

Agostinho... e se eu te disser que as opiniões pessoais do Sócrates sobre algumas temáticas polémicas não coincidem com a posição ideológica do partido. E que quando chegar a altura de as discutir ele vai actuar como o Guterres: calar para não se queimar! E não falo de cor, conheço bem, a nível familiar, o seu braço direito deste momento)... Mas ele lá sabe, eu sou dos que prefiro ficar queimado do que sujeitar-me a contrariar os meus princípios. Por isso dou muito mais valor a um Rocco Buttiglionni do que a estes que se escondem para não ficarem chamuscados!

O Micróbio disse...

O caso da co-incineração não o queima ideologicamente e vai manter a sua teimosia neste aspecto porque tem gosto particular de vergar um Manuel Alegre... que como bem sabes vai ser o seu mais temível opositor na co-incineração devido à sua bem querida Coimbra!

DP disse...

Carlos, se o PS ganhar veremos se ele se chamusca ou não quando for a defender suas posições.Sem duvidar de quem duvida dele, eu pessoalmente acredito que ele é firme nos seus principios.Nessa altura é que veremos quem tem razão.Um abraço.
Agostinho(Ag)

Luis Silva disse...

Parece-me no meio de todas estas opiniões que quem é firme não é o Socrates mas sim o Agostinho e quase que apostava, fosse qual fosse o candidato do PS a primeiro ministro, o defenderia da mesma maneira. A isso chama-se firmeza e dedicação a um partido, mesmo não se conhecendo as ideias que esse candidato tem para o país. Parabéns pela firmeza.
Abraço

Anónimo disse...

Tens razão Luis!A minha firmeza só quer dizer que é preciso uma mudança no país.Na minha opinião para pior é impossivel.
Ag

Ricardo disse...

O Sócrates actual é completamente diferente do Sócrates enérgico a que estva habituado nas legislaturas do Guterres. É invejável o seu curriculum como ministro. Espero que recupere rapidamente esse espírito porque o tempo é escasso!

Anónimo disse...

Sócrates não apresenta nenhuma ideia nova, porque simplesmente não as tem..
Nem me parece capaz de as ter.
Afirma-se como alternativa a Santana Lopes, mas não marca a diferença em relação a este, não diz o que pensa fazer, provavelmente porque o António Vitorino também ainda não sabe.
É simplemente mais um político de profissão, levado ao píncaros pela televisão.
David

Montellano disse...

Agostinho,
Concordo quando diz que o país precisa de uma mudança e... pior é impossível!

Anónimo disse...

Espaço para os outros para quê? Só se for para gastar o espaço disponivel no blog. As opções provavelmenre serão as mesmas. O que poderá mudar é a ordem. Sugiro em cima o nome do partido, do lado oposto aos números um quadrado com a seguinte indicação: coloque de 1 a 10 a ordem as prioridades que não irá cumprir. Yulunga

Anónimo disse...

Não entendo porque é que só José Sócrates é que deve preencher os espaços com os seus grandes desafios.Os desafios dos outros já alguém os conhece?Do Sócrates sei eu que é estratégia e dos outros que será?Quando for a altura elas aparecerão.
Agostinho

Anónimo disse...

Senhor Micróbio:
Podia-me esclarecer sobre as supostas incoerências do Sócrates?
Manuel

Anónimo disse...

Senhor David:
O senhor Sócrates só foi elevado aos píncaros pela televisão porque ganhou sistematicamente os debates ao Santana Lopes. É que o o Sócrates prepara-se muito bem naquilo que faz enquanto o outro fala de cor.
Um dia o director do "Público" perguntou ao moderador dos debates em que entrava o Sr. Santana Lopes como conseguia ele manter uma discussão em que um dos contentores (Santana) era uma vacuidade total. O moderador respondeu que tinha uma estratégia muito simples: dava sempre a primeira palavra ao adversário do sr. Lopes. Quem seguiu os debates entre os actuais candidatos a primeiro ministro, reparou que o santana só fazia duas coisas: ou tentava contestar as ideias do Sócrates ou acabava (e isso aconteceu muitas vezes)por concordar com ele. Nunca apresentou uma ideia nova ou uma opinião original. Esse sr. tem a falsa convicção, ou teve até há pouco tempo, de que meia dúzia de patacoadas chegam para convencer o povinho, mas agora já ninguém vai na cantiga.
Manuel

Anónimo disse...

Eu queria participar na estatistica para a votação,mas não há nada mais à direita?... :-( Yulunga

Anónimo disse...

Sinceramente não fiz a contagem de quem ganhou mais debates, se o Sócrates se o Santana.
No entanto estou convencido de que são dois políticos criados pela televisão e tanto o Sócrates como o Santana, por muito que isto choque ainda acreditam que com meia dúzia de "patacoadas" conseguem convencer o povinho.
No entanto, fico à espera que esta campanha eleitoral fique marcada, ao contrário das outras, pelo debate de ideias e não pela demagogia, hipocrisia, cinismo e principalmente pelo insulto, quer entre a classe política, mas principalmente pelo insulto ao povo.
Em relação ao facto de o Sócrates se preparar bem naquilo que faz, tenho sérias dúvidas… se será ele que se prepara, ou se serão outros que o preparam!
David

Anónimo disse...

Pelo menos, consegue pessoas de grande valor para o prepararem, como o caso do António Vitorino. Agora o outro afugenta todos os que têm valor, basta ver o Cavaco, que nem num cartaz quer ficar ao lado dele. Acho que isto diz tudo!

Anónimo disse...

A srª ministra da Educação declarou que "não achava interessante ir ao parlamento". Um deputado respondeu-lhe que ela deve pensar que ir ao parlamento é a mesma coisa que ir ao cabeleireiro. Até o sr. presidente do parlamento, da mesma área política, transmitiu ao governo a sua indignação pelas declarações da srª ministra. Quando pensamos que o governo já não pode bater mais fundo, enganamo-nos sempre.
Manuel

Anónimo disse...

O sr. Santana vai ser corrido da direcção do PSD logo a seguir às eleições. O pior é que deixa o terreno todo minado. Para as listas de deputados convidou os amigos todos mais 2 monárquicos e 2 do MPT. Quando ele se despedir (ou for despedido) vai ser difícil regenerar o partido com aqueles amiguinhos medíocres a controlar o grupo parlamentar.Não é bom para o país.
Manuel

Anónimo disse...

Não sou tão ingénuo que avalie a qualidade dos políticos pelos debates televisivos. Vejamos antes os currículos: o sr. Lopes deixou a Câmara da Figueira falida, as estradas esburacadas, muitas localidades sem saneamento e o oásis fechado ao público. Investiu em fachadas. No sporting aguentou-se 1 ano e saíu pela porta pequena. Na câmara de Lisboa arranjou logo 1 grande buraco financeiro e gastou mais dinheiro em cartazes publicitários a anunciar obras insignificantes do que nas próprias obras. No governo teve que pedir a demissão porque já estava a deixar o país envergonhado com comportamentos tão irresponsáveis.
Pelo contrário, o Sócrates lançou grandes medidas para defender o ambiente, depois sabotadas pelo governo que veio a seguir. Com coragem política, contra correlegionários históricos como Manuel Alegre. Também com grande coragem, enfrentou as seguradoras na questão do seguro contra todos. Lançou também as bases para a reciclagem em grande escala e abriu o caminho para substituir todas as lixeiras do país por aterros sanitários, também aqui enfrentando políticos demagogos que manobravam o povinho mais ignorante. Comparem os currículos e vão pentear macacos aqules que dizem: Santana e Lopes...? É tudo a mesma coisa. Infelizmente, muitas vezes o povinho tem a memória curta e vai atrás dos vendedores da banha da cobra como os Vales e Azevedos e os Santanas deste mundo. Têm aquilo que merecem!

Anónimo disse...

Peço desculpa: esqueci-me de assinar.
Manuel

Anónimo disse...

Além disso, é tão estúpido que depois do Sampaio ter dissolvido o parlamento ainda andou uma semana a pensar se havia de pedir a demissão ou não. E depois os Alentejanos é que têm a fama!!

Luis Silva disse...

Muito sinceramente o que me parece é que Sócrates, deste rebuçado antecipado não estava nada à espera e anda agora à deriva, a bater de porta em porta, diga-se Vitorino, Soares e companhia, para o ajudarem a elaborar o seu manifesto eleitoral. É normal para quem não está preparado para Governar um país. Por acaso esta situação bateu á porta de Sócrates como podia ter sido a outra de outra cor politica o que baralha qualquer um.