dezembro 04, 2004

A dança da politica.

Quando Durão Barroso entrou para o governo disse que o país “estava de tanga”, fruto da má gestão socialista a quem ele atribuía todas as responsabilidades.
Passados dois anos, Santana Lopes assumiu o lugar de Durão Barroso, formando governo e nada disse da gestão anterior. Comprometeu-se a garantir melhorias significativas ao povo, que tão maltratado tinha sido até aí e sofrido na pele a obsessão do governo pelo cumprimento das metas do défice.
Sai Santana Lopes, não cumprindo o prometido, deixa é o país órfão já que com a dissolução do governo ninguém é responsabilizado pela má gestão e promessas não cumpridas.
António Guterres assumiu o erro da sua gestão e pediu eleições antecipadas para uma mudança de estratégia na qual o povo não acreditou, perdendo as eleições para Durão Barroso e ficou rotulado como o governo que deixou o país de “tanga”.
Durão Barroso não cumpriu o que prometera para tirar o país da “tanga”.
Santana Lopes ficará com as culpas ou terá que dizer que encontrou o país não de “tanga” mas de “fio dental”. Estará à espera Santana Lopes que lhe atribuam as culpas passando uma esponja pelo governo de Durão barroso! Se quiser de novo concorrer para formar governo, vai ter que limpar essa má imagem e atribuir as culpas a alguém pelo falhanço.
Até quando vai aguentar Santana Lopes estar calado?
Ag

8 comentários:

Anónimo disse...

Vai ter que deitar boca no trombone o Santana Lopes.André

Anónimo disse...

Vai ter que deitar boca no trombone o Santana Lopes.André

Anónimo disse...

P'los vistos não aguentou muito tempo. Ainda ontem, na Póvoa de Varzim, despiu a farda de Primeiro Ministro (que ainda é) e em reunião de militantes revelou que Sampaio lhe disse TRES VEZES que não demitia o Governo. Francamente. Revelar, enquanto líder, as conversas que tem com o Presidente enquanto Primeiro Ministro é, no mínimo, deselegante. A insinuação, que repetiu, "TRES VEZES", tem também um significado escondido. Há algo de Judas e Cristo naquela conversa. Definitivamente, Santana Lopes anda em má forma com as "imagens" políticas que cria. JC

Anónimo disse...

Santana Lopes não ficou muito tempo calado...pelo menos está a tentar atirar a batata quente ao Presidente de República.Não deve ficar por aqui, quando vir que cai no ridiculo tem que apontar baterias para outro lado.Vamos ver se esses tiros não vão ser nos próprios pés.Até agora havia um movimento contra dentro do seu próprio partido e parece que as hostes se uniram, porque lhes cheirou que podiam ficar sem o poder.Vamos a ver no que dá.Artur Só

DP disse...

Caro JC, concordo e até acho não pouco mas muito deselegante um Primeiro-Ministro revelar as conversas com o Presidente da República. Parece-me até ser a primeira vez que isto acontece nestas poucas dezenas de anos depois de Abril.Se assim é, revela que é um PM sem sentido de estado.
Ag

DP disse...

Caro Artur Só,também fico curioso com o desenrolar dos acontecimentos.
Ag

Ricardo disse...

É bem verdade que Durão Barroso foi um mau governante! Mas não foi essa a causa directa do desgoverno de Santana Lopes... a falta de perfil e competência para o cargo eram por demais gritantes! Foi mesmo mau demais para ser verdade!

Entretanto Portugal está no mesmo nível (baixo) de convergência em relação à União Europeia que em 1998 já tendo sido ultrapassado por mais dois países!

Anónimo disse...

Ricardo,parece-me que as maiores culpas também vão para Durão Barroso que quando viu o tapete a fugir-lhe debaixo dos pés, aproveitou a boleia para Bruxeles e atirou com a batata quente para Santana Lopes que foi tão ingénuo e tanta a ânsia de poder que acabou por escorregar.Portugal assim arrisca-se a ser ultapassado por todos os novos da União Europeia.
Ag