dezembro 05, 2004

O jornal público descobriu a pólvora

O jornal "Público" na sua edição de 5 de dezembro, apresenta a conclusão de um estudo sobre iliteracia em Portugal e chega a esta brilhante conclusão: "Estudantes que leêm menos são mais vulneráveis ao insucesso escolar".
Pergunta-se porque razão gastam tempo e dinheiro com estudos destes? O que é que este estudo trouxe de novo? Parece-me que esta conclusão é muito parecida com esta: "se o homem morreu à sede é porque não bebeu água"

Clique aqui para ler as conclusões na integra.


LS

2 comentários:

Tribunal_Beatas disse...

Olá a todos! O que este estudo tem de interessante é chamar (mais uma vez) a atenção para a importância que a leitura tem na vida de cada um. Pode-se pensar: "para quê ler um livro se se pode ver o filme?" Pois é... mas o que não se diz é que ao ler-se um livro podemos ficar a conhecer melhor a nossa língua,escrevê-la bem e falá-la melhor. De certeza que as pessoas que não sabem o que significa "percepção" (acreditem que colegas minhas de faculdade perguntaram ao professor o que é que essa palavra significa!) não gostam muito de pegar em livros. Não sabem o que perdem...
Beijinhos

Anónimo disse...

Os autores do estudo não devem saber 'puxar' pelas melhores conclusões, que nem sempre são as mais evidentes - essas sabemos nós, como bem dizes. Beijos e parabéns por este novo espaço. Carla.